Ora vejam só

12:35
Poema de José Barbosa da Silva Ora vejam só A mulher que eu arranjei Ela me faz carinhos até demais Chorando... Ela me pede, meu benzinho, D...
0 Comments
Read

*

07:07
Poema de Hilda Hilst Pedras dentro das barcas Favos trincados Embaçando as águas Ai que cuidados Que fulgor de dentes Para criar um espaço D...
0 Comments
Read

Íntima luz

05:45
Poema de Zalina Rolim Nem sei como isto foi... Sonho? Magia? - Doce clarão, suavíssimo lampejo, Sereno e bom como o materno beijo, Meu coraç...
0 Comments
Read

Desejo

05:25
Poema de Joaquim Norberto de Sousa Silva Ardo, ó bela, Num desejo De te um beijo Oferecer, Mas receio A cada instante Louco amante Te ofende...
0 Comments
Read

O amante infeliz

05:23
Poema de Silva Alvarenga Glaura! Glaura! Não respondes? E te escondes nestas brenhas? Dou às penhas meu lamento; Ó tormento sem igual! Ao am...
0 Comments
Read

O vento

12:29
Poema de Mario Quintana O único da casa que enxerga o vento é o cachorro. Detém-se à porta da cozinha, rosnando para o patio ventado, cheio ...
0 Comments
Read

Maria

12:12
Poema de Machado de Assis Maria, há no seu gesto airoso e nobre, Nos olhos meigos e no andar tão brando, Um não sei que suave que descobre, ...
0 Comments
Read

Creme

06:38
Poema de Manoel de Barros Sucuri pegou um bezerro E deu um forte abraço nele. Foi se enrolando se enrolando no corpo do bezerro Foi apertand...
0 Comments
Read

A laranjeira

06:15
Poema de Júlia Lopes de Almeida Perfumada laranjeira, Linda assim dessa maneira, Sorrindo à luz do arrebol, Toda em flores, branca toda, - P...
0 Comments
Read

*

05:28
Poema de Cláudio Manuel da Costa Quando cheios de gosto e de alegria Estes campos diviso florescentes, Então me vêm as lágrimas ardentes Com...
0 Comments
Read

o medroso

05:18
Poema de Oswald de Andrade A assombração apagou a candeia Depois no escuro veio com a mão Pertinho dele Ver se o coração ainda batia Fonte: ...
0 Comments
Read

Ó mão de lixa!

12:44
Poema de José Barbosa da Silva Eu tenho uma gaiolinha Presa num pedestal. Nela só pode cantar O nosso amigo cardeal. Ó mão de lixa, ó mão de...
0 Comments
Read

Miséria

11:32
Poema de Cecília Meireles Hoje é tarde para os desejos e nem me interessa mais nada... Cheguei muito depois do tempo em que se pode ouvir di...
0 Comments
Read

O vendaval

06:40
Poema de Carmen Freire Ribomba a tempestade! Aos seus rugidos Voz de tormenta estruge pelos ares, E os troncos do arvoredo, seculares, Junta...
0 Comments
Read

Reminiscências

05:45
Poema de Zalina Rolim Amei a vez primeira... Inda me agita, Quando relembro esses remotos dias, Dessas ingênuas, puras alegrias, Uma saudade...
0 Comments
Read
Tecnologia do Blogger.