Sou da fandanga

Imagem de José Barbosa da Silva

Poema de José Barbosa da Silva



Sou da fandanga
De malafuá
E é por isso mesmo
Que eu não quero me casar

E não se zangue, oh minha flor!
Eu tenho medo, meu amor,
De conhecer a dor

Não tenho jeito
Pra namorar
Pois na fandanga me deleito
Sem saber amar



Fonte: "107 partituras de Sinhô", Instituto Piano Brasileiro, 2017.
Originalmente publicado em: 78-RPM Columbia 5526, 1930 - música de 1929.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.