*

Imagem de Silva Alvarenga

Poema de Silva Alvarenga



Suspiro lacrimoso
Que foges do meu peito sem ventura,
Se queres ser ditoso,
A bela Glaura enternecer procura.
Mostra-lhe o doce amor, a mágoa pura,
O mísero tormento,
Cruel tristeza e fúnebre lamento
De quem morre saudoso:
Suspiro lacrimoso,
Se queres ter ventura,
A bela Glaura enternecer procura.



Fonte: "Obras Poéticas", B. L. Irmãos Garnier, 1864.
Originalmente publicado em: "Glaura: poemas eróticos", Officina Nunesiana, 1799.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.