*

Imagem de Silva Alvarenga

Poema de Silva Alvarenga



O inverno congelado
As montanhas cobriu de aguda neve.
Já nos úmidos ares, enlutado,
Com a noite se confunde o dia breve.
Ai, Glaura! que este prado
Despojado se vê das belas flores!
Os risos, os prazeres e os amores
Choram por ti saudosos;
Torna a fazer meus dias venturosos:
Ah se a glória de ver-te hoje tivera,
Hoje mesmo seria a primavera.



Fonte: "Obras Poéticas", B. L. Irmãos Garnier, 1864.
Originalmente publicado em: "Glaura: poemas eróticos", Officina Nunesiana, 1799.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.