A moda dos homens em 1828

Imagem de Francisco de Paula Brito

Poema de Francisco de Paula Brito



Grossos bucres armados no cabelo,
Chapéu de finas abas enroladas,
Camisas de aberturas enfeitadas,
Calças largas no fino tornozelo;

Casacas que de caudas são modelo,
Sapatos sem tacão, meias rajadas;
Bengalinhas de junco encastoadas
De um cãozinho, de uma ave ou de um camelo:

De amarelo metal grandes botões
Hoje tem entre nós muito exercício,
Em fofos peitos, que usam toleirões.

Mil graças sejam dadas ao Simplicio
Que, com suas freqüentes mangações,
Censura as modas e combate os vícios.



Fonte: "Poesias", Tipografia Paula Brito, 1863.
Originalmente publicado em: "Livrinho das moças", 1856.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.