Cabeça é ás

Imagem de José Barbosa da Silva

Poema de José Barbosa da Silva



Nunca mais um carinho meu
Tu terás
E jurei pela linda flor
Dos meus ais

Podes bem tecer
A teia do amor,
Que tu não verás
O meu coração
Chorando de dor!

Digas sem temer,
Se tu és capaz.
Tu sabes, benzinho,
Que do nosso jogo
Cabeça é Ás!



Fonte: "107 partituras de Sinhô", Instituto Piano Brasileiro, 2017.
Originalmente publicado em: Edição Todamérica – Melodias Populares Ltda (MP 425), 1952.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.