Burro de carga

Imagem de José Barbosa da Silva

Poema de José Barbosa da Silva



Podes saltar!
Podes pular como quiser!
Pois muita força
Tem o amor de uma mulher!

Deus fez o homem
E disse num sussurro!
Tu serás burro de carga
E a mulher carga do burro!

Podes saltar!
Podes pular como quiser!
Pois muita força
Tem o amor de uma mulher!

Não adianta
O homem se esconder!
Quando a hora é chegada
O burro camba sem querer.



Fonte: "107 partituras de Sinhô", Instituto Piano Brasileiro, 2017.
Originalmente publicado em: Campassi & Camin, nº ch 3418, 1927.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.