Gaza


Poema de crroma



Somos todos animais
e no interior de animais
somos humanos.
Em nós essa expressão
alcança plenitude
pelo reconhecimento mútuo
de que no interior de mim,
do outro,
de qualquer uma
vibra idêntica humana brisa.
Cada verbo, cada crença,
cada ato
e poder que bruto
ou cruel oprime
é uma vitória do animal que habitamos -
mutuamente nos bestializa.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.