*


Poema de Cecília Meireles


Chovem duas chuvas:
de água e de jasmins
por estes jardins
de flores e nuvens.

Sobem dois perfumes
por estes jardins:
de terra e jasmins,
de flores e nuvens.

E os jasmins são chuvas
e as chuvas, jasmins,
por estes jardins
de perfume e nuvens.



Fonte: "Antologia Poética", Editora do Autor, terceira edição, 1966.
Originalmente publicado em: "Metal Rosicler", 1960.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.