Diante do mar

Imagem de Augusto Frederico Schmidt

Poema de Augusto Frederico Schmidt


Guardo o teu perfil duro
Recortado na tarde veneziana.
Respiravas força e ódio.
Os teus cabelos em luta com o vento.
Palpitavas esplêndida.
Havia febre, desejo de ferir, anseio,
              revolta
No teu ser.

Vivias a ambição de enfrentar tudo.
Do teu olhar metálico nascia fogo verde
Que se misturava com o ouro e rosa
Do crepúsculo.

Guardo a tua imagem, pura e nítida
De pé em frente ao mar,
Contemplando no céu o voo de um pássaro



Fonte: "50 poemas escolhidos pelo autor", Cadernos de Cultura/ME, 1957.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.