Império em decomposição


Poema de crroma



Isso está longe
de terminar.
Eles sabem isso,
eles sabem o que aconteceu:
todo o mundo sabe.
Foi um julgamento
fraudado por um juiz em conflito,
corrompido.

Os inquisidores não nos deram
a mudança de local.
Éramos minoria,
cinco ou seis por cento
do distrito, desta área
em que me detestam.
Talvez porque minto, porque
sou corrupto, por minhas
trapaças,
meus preconceitos, meus abusos
contra mulheres,
mas definitivamente não porque exploro
funções públicas para lucro privado
(a hipocrisia tem limites
no país da liberdade lobista).

Um julgamento desonroso.
Condenaram-me? O veredito
verdadeiro 
virá pelo voto.
Eles sabem - ó brancos trabalhadores
ou brancos endinheirados, eu vos atiro mentiras,
mil formas de injúria, racismo escancarado,
atiro como quem alimenta moscas
domésticas com restos,
e eles se satisfazem.
Sorriem, consomem
e ficam obesos,
cada um por si,
enterrados no próprio individualismo.
Os pobres são pobres por falta de mérito.

Então escutem:
o que aconteceu aqui
é que não sou culpado,
mas vítima.

Os inquisidores - marionetes de um bilionário.
Eu sou um homem inocente
e está tudo bem,
nada fizemos de errado.
Luto
pelo nosso país, luto
pela constituição.
A nação inteira fraudaram.
Os governantes no poder ferem
a seu adversário,
um adversário político,
e provocam vergonha.

É dever continuar,
é dever lutar até o fim
e vencer
porque marchamos para o inferno.
Não temos mais o mesmo
nem somos mais os mesmos,
somos a divisão e a desordem
e declinamos,
as faces sérias confrontando o abismo:
milhões de pessoas afluem,
afluem afluem
provenientes de prisões,
de instituições
mentais, terroristas
(latino-americanos),
vem aqui tomar posse de nós,
e ficamos possessos, em grandes apuros.

Desde o dia primeiro
uma decisão ardilosa,
um juiz em conflito
que julgar jamais poderia.
Lutaremos;
isso está longe
de terminar.

Um julgamento fraudado e agora
humilde peço
o seu apoio.
Não se renda, de mim nunca
desista,
minha luta, nossa luta comum,
ó meus seguidores, meus belos
dípteros fiéis,
venha a mim o vosso reino
durante o momento sombrio,
ó por favor contribua
com qualquer quantia
agora já
e diga:
eu estou ao lado dele.



Tecnologia do Blogger.