Sabiá!

Imagem de José Barbosa da Silva

Poema de José Barbosa da Silva



Sabiá, sabiá cantou na mata
E anunciou: schiu! schiu!
No melhor da minha vida
Meu amor fugiu.

Procurei me aproximar
Do sabiá encantador
Que, sentindo o meu pisar,
Fez tal qual o meu amor.

Quem roubou o meu sossego
A Deus eu fui entregar.
Pois eu hei de ver no mundo
Alguém por mim se vingar.

Papagaio, Maitaca,
Periquito, Sabiá,
Quando cantam fazem saudades
Dos carinhos de Iaiá.

Sabiá, sabiá cantou na mata
E anunciou: schiu! schiu!
No melhor da minha vida
Meu amor fugiu.



Fonte: "107 partituras de Sinhô", Instituto Piano Brasileiro, 2017.
Originalmente publicado em: Porfírio Martins & C., sem nº ch. 1186, 1927.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.