Pino

Imagem de Mário Quintana

Poema de Mario Quintana



Doze touros
Arrastam a pedra terrível.
 
Doze touros.
Os músculos vibram
Como cordas.
 
Nenhuma rosa
Nos cornos sonoros.
Nenhuma.
 
Nas torres que ficam acima das nuvens
Exausto de azul
Boceja o Rei de Ouros.



Fonte: "Poesia Completa", Editora Nova Aguilar, 2006.
Originalmente publicado em: "O Aprendiz de Feiticeiro", 1950.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.