*

Imagem de Hilda Hilst

Poema de Hilda Hilst



De ossos
De altos pomos
De ódio e ouro

Doloso

Teu rosto
Sobre a minha cara 
Crepuscular.

Gozoso
Sobre o meu corpo

Criando magia e ponta

Para morrer
E fazer matar.



Fonte: "Da Poesia", Editora Companhia das Letras, 2017.
Originalmente publicado em: "Cantares de Perda e Predileção", Massao Ohno Editor, 1983.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.