Reflexos

Imagem de Machado de Assis

Poema de Machado de Assis



Vou rio abaixo vogando
No meu batel e ao luar;
Nas águas claras fitando,
     Fitando o olhar.

Das águas vejo no fundo,
Como por um branco véu,
Intenso, calmo, profundo,
     O azul do céu.

Nuvem que no céu flutua,
Flutua na água também;
Se a lua cobre, à outra lua
     Cobri-la vem.

Da amante que me extasia,
Assim, na ardente paixão,
As raras graças copia
     Meu coração.



Fonte: "Poesias Completas", Livraria Garnier Irmãos, 1902.
Originalmente publicado em: "Falenas", Livraria Garnier Irmãos, 1870.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.