Cada um por sua vez

Imagem de José Barbosa da Silva

Poema de José Barbosa da Silva



Casinha de sapé
Forrada de bambuá
Cercadinha de capim cheiroso
Para mim e meu bem morá

Samba, meu bem,
Que eu sambo também
Esta casa é tua
E de mais ninguém

Só tenho medinho
Do marroá
Que uma chifrada
Que uma chifrada
Nos venha dá

Porteira de imbaúba
Tramela de bambuí
O número é um ninho
Rodeado de bem-te-vi



Fonte: "107 partituras de Sinhô", Instituto Piano Brasileiro, 2017.
Originalmente publicado em: Casa Beethoven - Nascimento Silva & Cia., sem nº ch, 1920.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.