A marcha

Imagem da poeta Jacinta Passos

Poema de Jacinta Passos



- Soldados, rumo a São Paulo
Levantar acampamento! -
E a Coluna se levanta
é agora movimento
de cavalos nas estradas
mulas, éguas e jumentos
que levam homens e armas
de guerra carregamento.

Burros lerdos, resistentes
que força de marcha fria!
levam no dorso o Segundo
Grupo de Artilharia.
Subindo serras abruptas
de penedo e mataria
lá vai um Grupo de Obuses,
lá outro de Infantaria.

Lá vai num Grupo de treze
um fuzil metralhadora
um fuzileiro e mais dois
com munição matadora.
É um Grupo de combate,
lá, Corpo metralhadora
pesada, em quatro seções
de oito peças, portadora.

Esse vai do Paraguai
através em destacado
até sul de Mato Grosso
e de armas carregado
é um Grupo de Artilharia
por Tenente comandado
por ser um material
de guerra muito pesado.
Paraguai também guardou
um General alquebrado.

Isidoro Dias Lopes,
votos de saúde e paz!
Vamos embora, Coluna
Comandante e oficiais
neste ano de Vinte e Cinco
nunca esquecido jamais,
mil e duzentos soldados
vamos embora sem mais
neste ano de Vinte e Cinco
nunca esquecido jamais.



Fonte: "Jacinta Passos, coração militante", Editora EDUFBA, 2010.
Originalmente publicado em: "A Coluna", Editora A. Coelho Branco, 1957.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.