Três canções de amor (trecho)

Imagem da poeta Jacinta Passos

Poema de Jacinta Passos



I

Eu fui por um caminho.
Eu também.
Encontrei um passarinho.
Eu também.

Passarinho! queres um ninho?

Eu também.

Passarinho virou um homem.
Ai! meu bem.

Agora és tu,
agora eu sou,
amar é doce,
meu corpo eu dou.

Agora muda o sol.
Eu também.
Agora muda a terra.
Eu também.
Agora mudas tu.
Cadê meu bem?

Tão lúcido e tão puro,
inseguro!
Nosso amor é como tudo,
um vaivém.

Podes virar um passarinho.
Eu também.



Fonte: "Jacinta Passos, coração militante", Editora EDUFBA, 2010.
Originalmente publicado em: "Canção da Partida", Edições Gaveta, 1945.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.