Ressonância

Imagem da poeta Jacinta Passos

Poema de Jacinta Passos



Nossos espíritos se reconhecem
como se através de milênios se esperassem.
Nossos corpos se procuram
como dois polos magnéticos de atração profunda.
Tão simples deveria ser a fusão de tua vida e minha vida,
nosso destino essencial, tão simples.
Alegrias e dores entre os seres humanos,
entre todos os seres,
por que se ligam inexoravelmente?
Somos dois elos, amor, numa cadeia infinita...



Fonte: "Jacinta Passos, coração militante", Editora EDUFBA, 2010.
Originalmente publicado em: "Nossos Poemas", Editora Bahiana, 1942.

Comentários