Defensores do bom costume

Imagem de crroma

Poema de crroma



O Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais abriu procedimento ético-profissional.
A Vara da Justiça Federal de Uberlândia condescendeu.
Na Câmara de Vereadores propuseram moção de repúdio.
O Defensor Nacional de Direitos Humanos
e o procurador regional de Direitos do Cidadão do Ministério Público
assinaram conjuntamente recomendação
por procedimento administrativo a apurar responsabilidade profissional.
Perfis em mídias sociais xingaram,
ameaçaram fisicamente

uma médica e sua equipe
que, durante a pandemia de coronavírus,
organizaram serviço público de telemedicina
para suporte e auxílio de crianças, meninas e mulheres vítimas de violência sexual

(vítimas de estupro,
de estupro,
estupro,
estu
pro,
es
tupro)

oferecendo, nos casos legais,
a possibilidade de interrupção da gravidez por meio de procedimento seguro.

O Conselho, a Vara, o Vereador, o Defensor, o Procurador, os Perfis
agiram assim em defesa dos bons costumes
do país com média de 1 estupro a cada 8 minutos.


(retirado de matéria da Agência Pública)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.