*

Imagem de Hilda Hilst

Poema de Hilda Hilst



O pássaro desenha
No seu voo estrangeiro
(Porque nada sabemos
De pássaros e voos
E do impulso alheio)
Um círculo de luz.
E retoma depois
Num azul claridade
Seus píncaros azuis.



Fonte: "Da Poesia", Editora Companhia das Letras, 2017.
Originalmente publicado em: "Ode fragmentária", editora Anhembi, 1961.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.