Poemoitenta: Titãs vs. Ira

Imagem de crroma

Poema de crroma





Os olhos cansam no espelho.
O passado. Recorda
ções despedaçadas.
Flores estão no presente.

Os punhos, os pulsos,
os restos do corpo e tudo depois,
por todos os lados,
as flores cobrindo.
Há flores e lástimas nessa vida
passageira.

A dor tem gosto e tem cheiro.
Flores agradam de morte.

Viver flores,
lembrar flores,
curar boas e más,
fechar em plástico o passado.
Dizer sou eu,
é você,
são flores em você,
               flores em você,
                               em você.



(Elaborado a partir da letra das músicas 'Flores', dos Titãs, e 'Flores em você', do Ira)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.