*

Imagem de Ana Cristina Cesar

Poema de Ana Cristina César



Reaparecia abruptamente
como se nada tivesse acontecido
abria as cortinas com palpites
turbilhão de novidades
antena das últimas
tendências
força de leão
escancarava a porta preta
vento remoinho
gargalhada no ar
meio dia



Fonte: "Poética", editora Companhia das Letras, 2013.
Originalmente publicado em: "A Teus Pés", editora Brasiliense, 1982.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.