*

Ilustração com a palavra 'Poesia'

Poema de Amanda Bruno



por que vim me ocupar
desses prédios
que não se sustentam

imprevisíveis
sobrevivem a uma hecatombe
mas caem com uma brisa

deveria ter me ocupado
de cálculos
de vigas
de um alicerce que funcione

algo em que eu possa me apoiar
encostar a cabeça para dormir
algo sólido
ainda que desconfortável

um lugar para onde pudesse pular
agarrada a um parapeito
dependurada num toldo
agora
enquanto
desabo



Fonte: Coleção "Leve um Livro", 2016.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.