Ovos de Páscoa

Imagem de Adélia Prado

Poema de Adélia Prado



O ovo não cabe em si, túrgido de promessa,
A natureza morta palpitante.
Branco tão frágil guarda um sol ocluso
O que vai viver, espera.



Fonte: "Bagagem", Editora Civilização Brasileira, 2006.
Originalmente publicado em: "Bagagem", Editora Imago, 1976.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.