Cenas do Cerrado

Imagem de crroma

Poema de crroma



A poça na volta do rio
prende o cardume de pacu.

Sob a bromélia coacha
a perereca-do-chaco.

A arara-canindé quebra coquinhos.

Faz sombra no cupinzeiro
que o tamanduá esburaca.

Um casal de Jacu se aninha
na copa do pequi.

Do chão brota um riacho
que corre pedras e veredas.

Canela-de-ema se aventa
no alto do espinhaço.

Entre o verde rasteiro
corujas-buraqueiras titubeiam.

A jibóia de arco-íris
e de vidro o lagarto.

Cerrado é serra, arroio, trilha,
é cagaiteira e chapada, buriti quebrado,

é o guará, o vinagre,
o arbusto e o rupestre,

é o fogo, a história, o povoado,

o Cerrado, íntimo vivido,
dentro em nós, a alma.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.