No botequim

Imagem de crroma

Poema de crroma



- Eu governo
as fronteiras da vida,
disse a Morte,
depois de beber todas as cervejas
no botequim ao lado
aqui de casa.

E continuou:

- Por isso,
em essência,
que é triste a vida.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.