Honduras

Ilustração com a palavra 'Poesia'

Poema de Narlan Matos



O primeiro passo é tomar o vapor para Londres.
Onde o cais na conversa.
O concorde é rápido e entorpecente.
O mar da calmaria é calmo demais.
Talvez Nuremberg, Zurique
Apalaches, Apeninos, Macchu Picchu.
Manágua seria suicídio.
Um pequeno hotel de Macapá.
Quem sabe até tornar a Itaquara.

Não há porto seguro que segure um céu estrelado.
Eu sei.
Vou acabar me encontrando comigo numa hora dessas.
Numa esquina de um lugar qualquer.



Fonte: Coleção "Leve um Livro", 2017.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.