Busca

Imagem de crroma

Poema de crroma



Em busca de permanência
tudescrevo tanto,
tantescrevo tudo
e se precipitam
de um viaduto
sobre o plano fixo.
Dou beijo de língua em cadáveres
que se amanhecem
um entulho de cores
e depois se liquefazem
em pasta de lama,
minérios,
e em corrimentos
com odor de lenha
no fogo.
O que sobra
conforma uma pilha
de esterco a se esfregar
em olhos que
derivam.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.