A vida em tecnicolor III

Ilustração com a palavra 'Poesia'

Poema de Ademir Assunção



agora digo nada, a vida
que se vive agora, o relógio
marca as horas, clepsidra
que evapora, silêncio
nas bordas do tempo, escrita
perdida no espaço, os peixes
saltam nas vagas, poema
que ao vento se apaga, ao lume
de lua nenhuma, um nome
escrito na água



Fonte: Coleção "Leve um Livro", 2016.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.