Está feito

Imagem de crroma

Poema de crroma



Está feito.
Quer que faça
o quê?

O fogo queimou arquivos, museus, florestas.
A civilidade era um rabisco em papel de seda
que o fogo transformou em cinza.

Está feito, o tempo acabou.

O antigo autoritarismo rebentou as vagens, transbordando de grãos pelas ruas.
Os bois pisotearam a terra com chifres de ouro e pistolas.
Médicos alquimistas testaram drogas em humanas cobaias
que pereceram às centenas.

Estátuas brancas e corrompidas se banhavam à luz do dia.
Nas grandes expansões do espaço, agrotóxico, mercúrio, rejeitos escorriam.

A barbárie deixou de ser reconhecível.
O tempo acabou em meio à pandemia.

O coveiro leva a pá no ombro.
Está feito.

Não há mais cura, não há mais nada.
Quer que faça
o quê?

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.