nada, esta espuma

Imagem de Ana Cristina Cesar

Poema de Ana Cristina César



Por afrontamento do desejo
insisto na maldade de escrever
mas não sei se a deusa sobe à superfície
ou apenas me castiga com seus uivos.
Da amurada deste barco
quero tanto os seios da sereia.



Fonte: "Poética", editora Companhia das Letras, 2013.
Originalmente publicado em: "Cenas de Abril", Cia Brasileira de Artes Gráficas, 1979.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.