Olhar

Imagem de Ferreira Gullar

Poema de Ferreira Gullar



o que eu vejo
me atravessa
                    como ao ar
                    a ave

o que eu vejo passa
através de mim
quase fica
                    atrás de mim

o que eu vejo
– a montanha por exemplo
banhada de sol –
                    me ocupa
e sou então apenas
essa rude pedra iluminada
ou quase
se não fora
                    saber que a vejo.



Fonte: "Coleção Melhores Poemas", Editora Leya, 2012.
Originalmente publicado em: "Barulhos", 1987.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.