Poema do além-túmulo

Imagem de Murilo Mendes

Poema de Murilo Mendes



Deste horizonte estável
Vejo homens e bichos combatendo
Ao mesmo tempo pela guerra e pela paz,
Vejo campos de sangue e ossadas,
Faixas de terror:
Mas vejo essencialmente uma coisa branca,
Um castelo branco e simples
Feito de um só diamante
Que da terra não se vê.



Fonte: "Murilo Mendes: Melhores Poemas", Global Editora, 2012.
Originalmente publicado em: "Poesia Liberdade", Editora Agir, 1947.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.