Um deus moderno

Imagem de crroma

Poema de crroma



O trabalho cria mercadorias -
valor em forma
de objetos para troca.
Visando o lucro se engaja o trabalho,
coordenada e intensamente,
em processos e em tecnologias.

Da ação orgânica em máquinas
emerge um novo tempo
cronométrico, uma ficção
científica:
o tempo-dinheiro.

Posto a mover
pela química dos fósseis,
o tempo-dinheiro se transmite
em antenas, viaja
ao espaço em satélites,
ofusca a Via Láctea
com as luzes das cidades.

A tudo absorve e converte.

Assim conduzido aos céus,
o tempo-dinheiro se transmuta
em um deus patriarcal,
etéreo e furiosamente louco
que devora a própria prole
e a natureza. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.